FISL (O Forum Internacional de Software Livre) é um dos eventos mais importantes do mundo com foco em software livre, e o maior evento deste tipo na America Latina.

Todo ano, pessoas do mundo inteiro veem a Porto Alegre, no sul do Brasil, para conhecer novas tecnologias, divulgar seus próprios projetos, e desenvolver novas idéias. Os participantes do fórum são estudantes, profissionais, ativistas, representantes do governo, e pesquisadores que compartilham um interese e paixão pelo software livre.

Como um dos principais eventos de tecnologia do Brasil, o 15º FISL foi uma oportunidade única para compartilhar o trabalho do ecoLab com um público que de outra forma não o conheceria. VJ Pixel, nosso carismático diretor de tecnologia, deu uma palestra completa sobre o projeto de Mapas Coletivos.

Pixel explicou como usar o site do Mapas Coletivos, a história do desenvolvimento do projeto, e as possibilidades para o futuro.

Pixel1

Porque Mapas Coletivos é tão relevante para a comunidade de software livre? Ele é disponível gratuitamente online para qualquer pessoa usar, e a sua base (YbY) é uma plataforma livre que qualquer programador pode modificar ou usar para o seu próprio serviço ou produto. De fato, um das metas principais do ecoLab é ver a quantidade de colaboradores crescer enquanto mais e mais desenvolvedores se apropiam de nossas tecnologias para os seus projetos. Como falou Pixel na palestra: “Não queremos nada sob nossa asinha: queremos colaborar com gente”.

Ele continua a demostrar como esta meta de colaboração já está acontecendo. Com projetos em 4 continentes diferentes, a comunidade de desenvolvedores que estão trabalhando com tecnologias do ecoLab esta crecendo. Este é o tipo de história que todos no FISL podem apreciar – é um dos exemplos dos benefícios do software livre.

Pixel conheceu 4 ou 5 pessoas que estavam animados para usar YbY quando estiver pronto, e conheceu outro grupo que apresentou o seu próprio projeto que também utliza WordPress para criar uma plataforma de mapas. No final do evento, percebemos que a participaçao do ecoLab no FISL foi um sucesso que pode levar a novas colaborações no futuro.

Pixel2

Fotos: Guilherme Almeida e Alisson Silveira