Jornalistas em todo o mundo interessados ​​em aprender ferramentas para mapeamento de dados podm participar de um webinário gratuito em inglês.

ICFJ Anywhere oferece o segundo de uma série de webinários, apoiado pela Fundação Dow Jones. Este webinário vai mostrar como usar dados geográficos para criar aplicativos com mapas digitais e apresentar ferramentas que permitem jornalistas criarem seus próprios projetos. Os geodados são uma vasta fonte de informação para jornalistas que trabalham com as questões ambientais, econômicas e sociais.

hack-post-01

No final de janeiro, o Lab deu uma oficina de mapas dentro do HackDF, hackatona promovida pelo governo da Cidade do México. O objetivo da oficina foi mostrar para um público formado por jornalistas, economistas, programadores e interessados, como preparar, construir e publicar um mapa na web, utilizando ferramentas como QGIS, Mapbox, CartoDB e o JEO, esta última uma plataforma WordPress de publicação de mapas desenvolvida pelo Lab.

logo_final-02

Jornalistas que desejam melhorar suas técnicas de coletas de dados para melhor cobrir o meio ambiente têm um novo recurso. O Guia de Geojornalismo é um manual online gratuito de tecnologias de mapeamento e visualização. Explica dados ambientais, tais como imagens de satélite, e até mesmo mostra como construir seu próprio balão para fazer fotos aéreas.

O Centro Lekki de Conservação em Lagos, na Nigéria, detém a última área original da floresta inundada da cidade. A reserva, que representa um habitat único entre a lagoa e o mar, fica espremida em meio a terra recuperada e assentamentos urbanos. Ao olhar para uma imagem de satélite da área, você vê que a maior parte do espaço verde deu lugar ao cinza dos prédios e asfalto.

Tutoriais sobre como criar narrativas multimídia

Este manual é baseado na experiência de muitos profissionais na construção de suas plataformas de informação tanto em veículos de prestígio quanto como divulgadores independentes de notícias. O projeto é, acima de tudo, para tentar aumentar o número de profissionais do jornalismo familiarizados com dados geográficos e capazes de coordenar iniciativas de visualizações interativas.

Usando ferramentas digitais para mapear questões ambientais

logo-transparent-large

O projeto “Flag it! – Usando ferramentas digitais para mapear questões ambientais” visa a capacitar jovens repórteres de todo o mundo a usar nas suas matérias ferramentas inovadoras, a fim de aumentar a conscientização sobre os desafios ambientais globais.

Com este fim, 48 jovens jornalistas da Europa, Ásia, África e América Latina participarão de uma curso de 7 dias, com o objetivo de interligar mídias sociais, tecnologia e informação científica. Os locais serão os seguintes: em São Paulo (Brasil – 20/26 de Maio de 2013), Lagos (Nigéria, 1/7 de Julho de 2013), Manila (Filipinas – 9/15 de setembro de 2013) e Bucareste (Roménia – 7/13 de Outubro de 2013).

O projeto é apoiado pela Comissão Europeia através do Programa Juventude em Ação. A chamada para os participantes para os cursos de formação em Manila e Bucareste será publicado em Junho de 2013.

flagit 4

Jornalistas visitam a ONG Instituto Socioambiental em São Paulo para aprender sobre mapeamento de territórios indígenas no Brasil

Como é o curso?

O curso de formação é baseado nas práticas usadas pelo ((o))eco para localizar em mapas o desmatamento na bacia do Amazonas, através do uso de ferramentas mapeamento digital (infoamazonia.org).

Os jornalistas participarão de sessões específicas em:

 

  • “Data mining”: como explorar grandes conjuntos de dados para criar histórias e visualização
  • Jornalismo de Dados: todo o processo de utilização de dados para criar histórias
  • Visualização de dados: utilização de ferramentas digitais para analisar dados
  • Mapeamento: utilização de ferramentas para criar mapas interativos
  • Crowdsourcing: como usar diferentes fontes, como SMS, aplicativos móveis, relatórios de cidadãos, redes sociais para criar uma própria história
  • Geojornalismo: uso de conteúdo para criar geotags e ilustrar uma própria história

O curso cobrirá o uso de ferramentas como o Google Maps, Google Earth,Fusion Table, Crowdmap, Ushahidi e MapBox.

Depois de cada curso, os participantes serão convidados a usar suas habilidades recém adquiridas para desenvolver as próprias reportagens, que serão publicadas e difundidas através do site do projeto e das redes sociais. Os autores daquelas que forem consideradas as 4 melhores reportagens terão a oportunidade de cobrir a Conferência das Partes (COP 19) na Polônia, em novembro de 2013.

O projeto Flag it! envolve 6 organizações parceiras: a European Youth Press, o site brasileiro ((o))eco, a Rede de Jornalistas Ambientais das Filipinas (PNEJ), a Associação Nigeriana de Jornalistas de Ciência (NASJ), a Associação de Estudantes em Jornalismo e Estudos de Comunicação (ASJC), da Roménia, e do Fórum para estudantes europeus de jornalismo, da Letônia.